+55 (11) 2023-1587
+55 (11) 2682-7045
Segunda a Sexta 08:00 às 18:00
Rua Jorge Augusto, 83 Vila Centenário - São Paulo

TV DIGITAL

No Brasil a transmissão das programações de TV por sinal digital, inicia-se oficialmente a partir de 29/11/2015, na cidade de Rio Verde em Goiás, e depois na sequência, é no Distrito Federal e cidades adjacentes em 3 de abril de 2016, São Paulo em 15 de maio de 2016, Belo Horizonte em 26 de junho de 2016, Goiânia em 28 de agosto de 2016 e Rio de Janeiro em 27 de novembro de 2016, e as demais cidades ocorrerá entre 2017 e o final de 2018, tendo a data limite o final do ano de 2018.

Para saber se sua cidade tem sinal digital consulte o site http://dtv.org.br/index.php/cobertura.

A vantagem da TV Digital é a qualidade da imagem, que é transmitida em alta definição, isto é, a imagem terá o dobro de definição e muito mais brilho. No sinal analógico as imagens são com definição de 704x480 pixels, enquanto que no sinal digital a definição de 1080 x 720 pixels.

Com a proximidade da data de desligamento do sinal analógico, as emissoras passarão a exibir durante suas programações um sinal informando que o sinal é analógico, como por exemplo, os que exibem quando um programa é ao vivo.

Para receber o sinal digital basta ter uma antena que recepciona esse tipo de sinal e um televisor com conversor embutido, quem não tem um conversor digital embutido na TV pode adquiri-lo nas lojas especializadas. Os televisores com tela de 32 polegadas ou mais já vêm equipada com conversor digital, e os fabricados a partir de 2011 com tela igual ou superior a 26 polegadas também, por norma do governo federal, e os aparelhos têm a indicação DTV ou DTVi na TV ou material que acompanha o aparelho.

Vale resaltar que este tipo de transmissão começou em 2007, as principais emissoras oferecem esse tipo de transmissão, ainda que, com perda de sinal em algumas situações e localidades, mas é do interesse das emissoras alcançar todo território nacional com sinal de qualidade para não perder audiência, visto que, na recepção analógica quando há perda de sinal o aparelho fica com chuvisco, por outro lado, no sinal digital a imagem ou não aparece.

Da mesma forma que a tecnologia de sinal digital vem sendo afinada pelas emissoras e governo federal, os diversos fabricantes de TVs e acessórios em geral, estão também desenvolvendo produtos e acessórios para anteder a demanda do mercado, como conversores digitais para TVs antigas e antenas em geral. Para adquirir uma antena deve-se avaliar a opção interna ou externa, sendo que a primeira é encontrada pelo valor médio de quarenta e cinco reais e é recomendada para locais com sinal forte, e as externa é para quem mora em locais com acesso instável e custa até trezentos reais.

As antenas tem característica passiva, que não precisa ser ligadas na tomada, basta conectar na saída Antena do seu aparelho, e são aplicadas a locais que tem sinal robusto, e antenas ativa que precisa ser ligada a energia elétrica, costumam ser mais caras, apresentam desempenho superior, e normalmente são instaladas no telhado das casas.

Se você já tem uma TV Digital e antena digital basta sintonizar o aparelho e já vai ver a perceber de imagem, os canais estão sintonizados nos numero x.1, x.2, x.3, etc, conforme cada emissora, e você pode explorar o conteúdo interativo que as emissoras oferecem a cada programação. Veja no manual do seu aparelho como explorar a interatividade da TV Digital.

As familiais que fazem parte do programa Bolsa Família terão direito a um kit gratuito com conversor e antena, de acordo com Luis Roberto Antonik, diretor-geral da Abert, e a distribuição será comandada pelo EAD. Ainda não foi divulgado os detalhes de como será a distribuição desses equipamentos, o que vai ocorrer mais próximo a data de desligamento do sinal analógico.

Com a implantação do sinal digital o Ministério de Estado das Comunicações regulamenta a portaria 354, que entrou em vigor no dia 12 de julho de 2013, e determina que as emissoras de TV digitaltem que controlar o áudio entre um bloco de programação e um bloco de comerciais exibido, e no caso de descumprimento desta norma estas emissoras estão sujeitas as penalidades e sanções previstas.

A C&S Informática desenvolveu o software aplicativo Monitor Loudness que apura se o áudio da transmissão das emissoras cumpre a regulamentação da portaria 354, que em outras palavras é se o Loudness Médio exibido nas residências dos telespectadores pode ter lhes causado algum desconforto.